IQNA

11:08 - December 03, 2022
Id de notícias: 730
Teerã-Iqna- "Saher Kaabi", da caligrafia de Mushaf da Mesquita Al-Aqsa

"Saher Kaabi" é um dos calígrafos palestinos contemporâneos, cujas obras e pinturas se misturam com textos religiosos sagrados, sendo o Mushaf da Mesquita de Al-Aqsa sua atividade artística mais importante no sentido de servir à religião e ao Alcorão.

De acordo com Iqna; A caligrafia árabe é a arte de escrever com letras árabes e desenhá-las de diferentes maneiras. Esta arte trata de esculturas árabes e islâmicas que são usadas para decorar mesquitas, palácios, antiguidades, livros, especialmente Alcorões e livros de referência.

A arte da caligrafia árabe foi muito bem recebida pelos artistas muçulmanos, e um desses artistas muçulmanos é Saher Nasser Saadan bin Kaabi, um artista palestino que aprendeu esta arte árabe no Iraque e viveu em Bagdá por sete anos. Ele aprendeu as regras e princípios de caligrafia árabe na presença de Abbas al-Baghdadi, um dos professores de caligrafia e dos mais famosos calígrafos árabes.

Ele recebeu um certificado em caligrafia árabe e voltou para a Palestina como calígrafo certificado nos princípios das artes da caligrafia.

Ele caligrafou uma parte do " Mushaf Dubai " (o Alcorão nacional dos Emirados), " Mushaf Sham ", o maior Alcorão do mundo, e alguns versos da poesia de Mahmoud Darwish e colocou esses versos em seu museu na cidade de Ramallah.

Saher Kaabi também apresentou muitas pinturas e obras de arte ao mundo islâmico com sua arte, a mais importante das quais é a caligrafia da Mushaf Mesquita al-Aqsa (Alcorão Nacional da Palestina), sobre a qual ele diz: Este Alcorão foi escrito em papel natural sem ácido. é manter sua qualidade e se manter saudável e a folha utilizada é avaliada para que seja fácil escrever nela com materiais naturais.

Este Alcorão é escrito à mão e é a primeira cópia do manuscrito Mushaf da Mesquita de Al-Aqsa.

Mushaf "Masjid al-Aqsa" escrito no estilo de Usman Taha e iniciado por "Saher Kaabi", como o primeiro Alcorão a ser escrito na Palestina; É uma reminiscência de Quds e é uma grande conquista e um símbolo da soberania palestina. Saher Kaabi começou a caligrafia deste Alcorão aos 40 anos da idade.

Kaabi foi oficialmente escolhido por Mahmoud Abbas, chefe da Autoridade Palestina, para escrever este Mushaf em 2014 e, após oito meses de preparação, começou a escrever a primeira página.

A caligrafia de Mushaf da Mesquita Al-Aqsa foi concluída no final de 2019, e este Alcorão é considerado um patrimônio cultural e visual na Palestina.

captcha