IQNA

13:13 - January 19, 2023
Id de notícias: 868
Teerã-Iqna- As autoridades indianas no estado de Uttar Pradesh demoliram uma mesquita histórica de 500 anos sob o pretexto de alargar a rua.

Segundo Iqna, citando a Al Jazeera, as autoridades indianas do estado de Uttar Pradesh destruíram a histórica mesquita "Shahi", com quase 500 anos, sob o pretexto de alargar a rua.

Vídeos da destruição da histórica Mesquita Shahi em Uttar Pradesh por escavadeiras municipais foram publicados nas mídias sociais na Índia. Esta mesquita remonta ao século XVI.

O tribunal central da cidade de Allahabad, onde esta mesquita está localizada, rejeitou a petição para impedir a demolição e alegou que esta mesquita foi construída ilegalmente.

Segundo relatos da mídia indiana, esta mesquita foi destruída em 9 de janeiro com a presença de forças de segurança, administração e funcionários; Foi construído por Shir Shah Suri dos governantes afegãos.

Os moradores locais tentaram recorrer ao Supremo Tribunal para impedir a demolição da mesquita, mas seus esforços falharam.

Por mais de dois anos, a Índia testemunhou atos generalizados de perseguição e atos de violência contra os muçulmanos. Essas ações são apoiadas por milícias hindus que seguem a ideologia racista de "Hindutva" (Índia para os hindus).

Organizações de direitos humanos na Índia dizem que o objetivo dessa ideia, adotada pelo partido governante "Bharatiya Janata" como sua ideologia oficial, é discriminar os hindus contra outras minorias na Índia.
Os muçulmanos indianos constituem cerca de 13% dos 1,35 bilhões de habitantes da Índia.

 

captcha